Extinction Rebellion interrompe missa do bispo em Turim: ativistas leem trechos da Laudato si' e Laudate Deum

Mais Lidos

  • Católicos cínicos e a negatividade em relação ao Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Campanha da Fraternidade 2024: Fraternidade e Amizade Social. Artigo de José Geraldo de Sousa Junior e Ana Paula Daltoé Inglêz Barbalho

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

05 Dezembro 2023

Dom Roberto Repole: “Tenho muito respeito por quem se mobiliza pela Criação e deixo-os falar, mas é preciso respeito também por quem quer rezar”.

A informação é publicada por Repubblica, 03-12-2023. 

Houve uma invasão esta manhã na Catedral de Turim por ambientalistas da Extinction Rebellion que interromperam a missa que Dom Roberto Repole celebrava para ler trechos da encíclica Laudato si' e da exortação apostólica Laudate Deum do Papa Francisco “para chamar a atenção dos fiéis – explica o movimento – às palavras do Pontífice sobre a crise climática”. Nos momentos que antecederam a homilia, os ativistas levantaram-se um de cada vez e leram em voz alta os dois escritos e a mensagem que Francisco enviou à COP28 em Dubai, na qual convida os governos a deixarem de financiar as guerras e a devastação ambiental e a fazerem acordos que sejam “eficiente, vinculativo e facilmente capaz de serem monitorados (...) Faço um convite urgente a renovar o diálogo sobre a forma como estamos construindo o futuro do planeta. Precisamos de uma discussão que nos una a todos, porque o desafio ambiental que vivemos, e as suas raízes humanas, nos preocupam e nos afetam todos". Estas são as palavras da Laudato si' lidas por um dos ativistas.

"Tenho grande estima por aqueles que se mobilizam pela defesa da Criação e acolhem os apelos do Papa", respondeu o arcebispo, acrescentando: "aprecio o empenho neste sentido dos ativistas da Extinction Rebellion, mas lamento que tenham decidido tomar a iniciativa, sem primeiro querer falar comigo sobre isso e perguntar se eles poderiam intervir. Eu teria respondido que na missa rezamos muitas vezes pela paz e pela proteção da Criação, mas a celebração eucarística não é um momento adequado para acolher intervenções públicas: inicialmente deixei falar os ativistas; depois pedi-lhes que terminassem porque a missa é um momento de oração e como tal deve ser respeitada, também e sobretudo por aqueles que declaram querer operar com respeito por todos".

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Extinction Rebellion interrompe missa do bispo em Turim: ativistas leem trechos da Laudato si' e Laudate Deum - Instituto Humanitas Unisinos - IHU