Atuação do Serviço Geológico do Brasil na Área de Prevenção de Desastres e Operação de Sistemas de Alerta de Cheias

Mais Lidos

  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS
  • Israel poderá continuar devastando Gaza e atacando o Líbano com o apoio e assistência militar dos Estados Unidos

    LER MAIS
  • “O mundo da educação foi sobrecarregado e perturbado pelo surgimento do ChatGPT”. Discurso do cardeal José Tolentino de Mendonça

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

15 Setembro 2023

O Serviço Geológico do Brasil (SGB), antiga Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), empresa pública ligada ao Ministério de Minas e Energia (MME), dentro das suas atribuições, atua na área de prevenção de desastres e operação de sistemas de alerta de cheias no Brasil.

A informação é da Assessoria de Comunicação do Serviço Geológico do Brasil, 13-09-2023.

Na área de prevenção de desastres elabora os seguintes produtos:

SGB opera 17 sistemas de alerta de cheias no Brasil. O objetivo dos Sistema de Alerta Hidrológico (SAH) consiste no monitoramento e previsão de níveis de rios, gerando e disseminando informações hidrológicas para subsidiar a tomada de decisões por parte da população e dos órgãos relacionadas à mitigação dos impactos de eventos hidrológicos extremos.

No monitoramento dos níveis dos rios e chuvas são utilizadas estações pertencentes a rede hidrometeorológica nacional (RHN), operadas pelo SGB e de responsabilidade da ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento).

A partir dos alertas da previsão meteorológica divulgada pelos órgãos responsáveis e posterior verificação das chuvas ocorridas, quando há a iminência de atingimento de cotas de alerta e de inundação nos municípios beneficiados, são emitidos boletins contendo as previsões hidrológicas por e-mail para a Defesa Civil e demais parceiros e disponibilizados em nosso site. Os boletins são enviados sistematicamente com previsões atualizadas acompanhando todo o processo de subida dos níveis dos rios.

Monitoramento da Cheia de setembro de 2023 na Região Sul do Brasil

O SGB visando facilitar o acesso as informações produzidas na região Sul do Brasil, em função da cheia de setembro de 2023, criou um atalho em sua página na internet

Em termos de Prevenção de Desastres, já foram mapeados:

  • setorização de riscos geológicos – 61 municípios no RS, 294 em SC e 46 no PR
  • cartografia de suscetibilidade a movimentos de massa e inundações – 17 municípios no RS, 103 em SC e 13 no PR
  • Cartografia de perigo – 1 no RS e 6 SC

No Rio Grande do Sul atualmente são operados 3 Sistemas de Alerta de Cheia nas bacias dos rios: Taquari, Caí e Uruguai:

  • Na Bacia do rio Caí são dois 2 municípios beneficiados: Montenegro e São Sebastião do Caí).
  • Na Bacia do rio Taquari são 4 municípios beneficiados: Encantado, Estrela, Lajeado e Muçum.
  • Na Bacia do rio Uruguai são 6 municípios beneficiados: Alegrete, Itaqui, Manoel Viana, São Borja, Rosário do Sul e Uruguaiana.

Durante este evento chuvoso, verificou-se precipitações excessivas a partir do dia 04/09 e desta forma foram enviados os primeiros boletins com previsão neste mesmo dia, antes do início das inundações.

Na Bacia do rio Caí o primeiro boletim foi enviado no dia 04/09 às 10h onde as previsões indicavam uma elevação abrupta dos níveis dos rios. Do dia 04/09 até a manhã do dia 11/09 foram enviados 20 boletins. Todos os boletins podem ser acessados na página.

Na Bacia do rio Taquari o primeiro boletim foi enviado no dia 04/09 às 13h onde as previsões também indicavam uma elevação abrupta dos níveis dos rios. Do dia 04/09 até a manhã do dia 05/09, quando houve o comprometimento dos equipamentos das estações em função da extraordinaridade da cheia, foram emitidos 6 boletins. Importante observar que a estação de Muçum já foi reestabelecida e caso ocorra uma nova cheia já é possível voltar a emitir os boletins com previsões. Todos os boletins podem ser acessados na página.

Na Bacia do rio Uruguai o risco de inundação foi observado no 05/09, e até a manhã de 11/09 foram enviados 17 boletins. Ressalta-se que em 11/09, os níveis dos rios em algumas cidades no rio Uruguai continuam subindo e os boletins de alertas com previsões continuam sendo enviados periodicamente com previsões atualizadas. Todos os boletins podem ser acessados na página.

O SGB dará sequência a emissão dos boletins com a previsão hidrológica para os municípios beneficiados, enquanto as cotas estiverem acima da cota de alerta ou na iminência de serem atingidas. E auxiliará a Defesa Civil na gestão da crise, dentro das suas atribuições, com os produtos da prevenção de desastres e de disponibilidade hídrica.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Atuação do Serviço Geológico do Brasil na Área de Prevenção de Desastres e Operação de Sistemas de Alerta de Cheias - Instituto Humanitas Unisinos - IHU