O Patriarca Kirill exorta os soldados russos a lutar até o fim para “defender a pátria”

Mais Lidos

  • “Com Francisco cumpre-se a profecia de Arrupe”. Entrevista com Pedro Miguel Lamet

    LER MAIS
  • Às leitoras e aos leitores. Sobre o envio da Newsletter

    LER MAIS
  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

27 Setembro 2022

 

Kirill: "Vão com coragem cumprir seu dever militar e lembrem-se de que se vocês derem a vida por seu país estarão com Deus em seu Reino que lhes dará glória e vida eterna".

 

A reportagem é publicada por Il Sismógrafo, 23-09-2022. A tradução é de Luisa Rabolini.

 

Segundo a RaiNews e outras agências internacionais, o Patriarca Kirill de Moscou e Toda a Rússia teria exortado os militares russos a serem fiéis ao seu juramento até o fim, convidando-os também a "perceber a importância histórica" dos eventos atuais, e todas as pessoas a entenderem que chegou um momento especial, do qual seu destino pode depender. "A maioria dos países do mundo está sob a influência colossal de uma força, que hoje, infelizmente, se opôs ao poder de nosso povo (...)".

Então o Patriarca acrescentou: "E devemos ser muito fortes. Quando digo 'nós', quero dizer, em primeiro lugar, as Forças Armadas, mas não só - hoje todo o nosso povo deveria, por assim dizer, acordar, despertar, entender que chegou um momento especial, do qual pode depender o destino histórico do nosso povo. Entrem em contato os representantes das nossas forças armadas, dirijam-se a eles, e através deles ao nosso exército e à nossa marinha, a todos os defensores da Pátria, para que tomem consciência da importância histórica do momento que estão vivendo'', afirmou o Patriarca que ressaltou em seu sermão de ontem no Mosteiro de Zachatyevsky (Moscou): "Vão com coragem para cumprir seu dever militar e lembrem-se de que se vocês derem a vida por seu país, estarão com Deus em seu Reino que lhes dará glória e vida eterna".

 

Durante a liturgia celebrada na Catedral Patriarcal com as forças armadas, Kirill disse de acordo com a RaiNews: "Somos um país que ama a paz e não desejamos a guerra, mas amamos a nossa pátria e estaremos prontos para defendê-la da maneira que só os russos podem defender seu país". Segundo o chefe da Igreja Ortodoxa Russa, "a maioria dos países do mundo está agora sob a colossal influência de uma força, que hoje, infelizmente, se opõe à força de nosso povo". "Então também devemos ser muito fortes. Quando digo 'nós', quero dizer, em primeiro lugar, as forças armadas, mas não só. Todo o nosso povo hoje deve despertar".

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Patriarca Kirill exorta os soldados russos a lutar até o fim para “defender a pátria” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU