Pequim, Tóquio e Seul se aliam para aplicar Acordo de Paris na região

Mais Lidos

  • Como o Papa Francisco está tentando “feminilizar” a Igreja

    LER MAIS
  • “Os maus-tratos aos animais é uma expressão do mal e da nossa incapacidade de aceitar os outros”. Entrevista com Corine Pelluchon

    LER MAIS
  • Israel-Palestina. Um soldado se sacrifica e um primeiro-ministro renuncia: o genocídio em Gaza provoca ações desesperadas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

27 Junho 2018

Os ministros de Meio Ambiente de China, Japão e Coreia do Sul se comprometeram a fortalecer os intercâmbios e a cooperação para implementar o Acordo de Paris contra a mudança climática e a Agenda 2030 da ONU, informou a agência estatal “Xinhua”.

A informação é publicada por Amazônia.org, 25-06-2018.

Em reunião realizada neste fim de semana em Suzhou, no leste da China, os três ministros abordaram a estratégia que a região deve seguir em matéria meio ambiental.

O ministro de Meio Ambiente chinês, Li Ganjie, afirmou que as três partes devem ser inovadoras e desenvolver uma aliança “China-Japão-Corea do Sul” para compartilhar experiências e conquistas neste campo com outros países.

Assim, Li manifestou o compromisso conjunto para melhorar sua cooperação na implementação do Acordo de Paris contra a mudança climática e a Agenda 2030 da ONU para o desenvolvimento sustentável.

A respeito do trabalho de Pequim na matéria, Li destacou os grandes avanços conseguidos em proteção ecológica, sua participação ativa em nível internacional para a “governança meio ambiental” e a aprovação de mais de 30 convênios e protocolos relacionados à proteção do meio ambiente.

Em um encontro realizado na semana passada em Bruxelas, União Europeia, China e Canadá também somaram forças para conseguir a implementação do Acordo de Paris e acertaram a elaboração de um programa após a saída dos Estados Unidos e, objetivando a cúpula do clima de Katowice (Polônia) no final do ano (COP24).

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pequim, Tóquio e Seul se aliam para aplicar Acordo de Paris na região - Instituto Humanitas Unisinos - IHU