Sobre o que está acontecendo em Jenin, Palestina. Artigo de Tonio Dell'Olio

Mais Lidos

  • “Com Francisco cumpre-se a profecia de Arrupe”. Entrevista com Pedro Miguel Lamet

    LER MAIS
  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS
  • Wim Wenders, Dias Perfeitos – 2023. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

05 Julho 2023

Diante do conflito entre Israel e Palestina, o mundo inteiro parece ter-se distraído ou resignado.

A opinião é de Tonio Dell'Olio, padre, jornalista e presidente da associação Pro Civitate Christiana, em artigo publicado por Mosaico di Pace, 04-07-2023. A tradução é de Luisa Rabolini.

Distraído pelos conflitos que envolvem mais diretamente as grandes potências. Resignado em relação à cota de vítimas que todos os dias se tornam linhas de papel impresso de uma guerra menor.

Portanto, também as ações dos colonos israelenses, assim como os ataques a Jenin, se tornam notícias secundárias das páginas "do mundo". No entanto, aquela espiral é mortífera, parece infinita, arrasta-se ao longo dos anos, deixando pontualmente um rastro de sangue. Não há direito internacional que segure e praticamente desapareceram aquelas duras tomadas de posição das chancelarias dos governos que contam, da Assembleia ou do Conselho de Segurança da ONU. Parece um conflito abandonado a si mesmo, não fosse por alguma atenção de cooperação internacional e de presença no terreno de associações para os direitos humanos e de organizações não-governamentais. E penso, por um momento, como seria se tivesse se agido para ajudar Gaza como foi feito com a Ucrânia, enviando armas que permitissem àquela população se defender contra uma invasão que, como aquela russa, viola o direito internacional e as resoluções das Nações Unidas. Talvez seja necessário um forte apelo da opinião pública para dizer que aquele peso de vítimas não é mais suportável e que é vital retomar um diálogo sério e construtivo.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sobre o que está acontecendo em Jenin, Palestina. Artigo de Tonio Dell'Olio - Instituto Humanitas Unisinos - IHU