Report Digital In 2018: usuários da internet chegam a quatro bilhões

Mais Lidos

  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS
  • Frente à carnificina, testemunhar. O quê? Uma resposta do cristianismo de libertação. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Católicos versus Evangélicos no Brasil: “guerra de posição” x “guerra de movimento”. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

02 Fevereiro 2018

Mais de 50% da população mundial tem acesso à internet. Quem atua como força motriz são principalmente as mídias sociais. Essa é a fotografia oferecida pelo Report Digital In 2018, lançado anualmente pelas organizações We Are Social e Hootsuite para analisar o cenário social e digital em nível global.

A reportagem é do jornal L’Osservatore Romano, 01-02-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

De uma população de 7,593 bilhões de pessoas, mais de quatro bilhões se conectam regularmente à internet, com crescimento de 7% em relação a janeiro de 2017.

As mídias sociais desempenham uma parte fundamental nesse crescimento, com quase 3,2 bilhões de pessoas ativas graças a elas (mais 13% em relação a 2017). Além disso, o uso das mídias sociais em dispositivos móveis aumentou 14% anualmente. A previsão para 2018 é que as pessoas passem online, no total, um bilhão de anos, dos quais 325 milhões serão apenas nas mídias sociais.

A distribuição do acesso à internet continua sendo desigual entre as várias áreas do planeta. Na África central, por exemplo, pouco mais de uma em cada dez pessoas usa a rede, enquanto a Europa do Norte lidera o ranking com 94% da população conectada. Na Europa meridional, a taxa cai para 77%, enquanto na América do Norte é de 88% e, na Ásia oriental, 57%.

Ao mesmo tempo, foram justamente alguns países africanos que registraram os aumentos mais acentuados no acesso à internet em 2017: o continente negro, no seu conjunto, deu um salto de 20%, arrastado pelo Mali (o número de usuários aumentou quase seis vezes), Benim, Serra Leoa, Níger e Moçambique (todos mais do que dobraram em comparação com 2016).

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Report Digital In 2018: usuários da internet chegam a quatro bilhões - Instituto Humanitas Unisinos - IHU