Relatório do Vaticano sobre o ex-cardeal McCarrick é esperado nas próximas semanas

Mais Lidos

  • Católicos cínicos e a negatividade em relação ao Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Campanha da Fraternidade 2024: Fraternidade e Amizade Social. Artigo de José Geraldo de Sousa Junior e Ana Paula Daltoé Inglêz Barbalho

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

06 Novembro 2020

O relatório do Vaticano sobre como o ex-cardeal Theodore McCarrick conseguiu ascender na hierarquia católica apesar das acusações de relações inapropriadas com adolescentes está previsto para ser divulgado nas próximas semanas, conforme descobriu o National Catholic Reporter.

A reportagem é de Joshua J. McElwee, publicada por National Catholic Reporter, 05-11-2020. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

O Vaticano quer divulgar o documento no encontro anual da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos da América, a qual ocorrerá virtualmente entre 16 e 17 de novembro, afirmou uma fonte interna do Vaticano. A pessoa pediu para não ter seu nome revelado, pois não tem autorização para falar sobre a matéria.

A Reuters foi a primeira agência a noticiar isso, na quinta-feira, 05 de novembro.

McCarrick, de 90 anos de idade, foi um dos mais influentes prelados na Igreja Católica dos Estados Unidos. Ele liderou comunidades católicas em Metuchen e Newark, na Nova Jérsei, antes de ser o arcebispo de Washington D.C., entre 2001 e 2006.

Mas em uma série de anúncios chocantes em junho de 2018, a arquidiocese de Nova York, Newark e Washington e a diocese de Metuchen revelaram que McCarrick foi obrigado pelo Vaticano a renunciar ao seu ministério depois que as investigações encontraram evidências “credíveis e fundamentadas” de abuso sexual.

Francisco confirmou que removeu McCarrick do sacerdócio, após uma condenação pela Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, em fevereiro de 2019.

O papa Francisco ordenou, em outubro de 2018, um “estudo completo de toda a documentação” presente nos arquivos do Vaticano a respeito de McCarrick. O Vaticano não disse por que está demorando tanto para produzir um relatório sobre o tema.

A declaração original do Vaticano anuncia que a ordem do Papa é para um relatório sobre a ascensão de McCarrick: “nós seguiremos o caminho da verdade aonde quer que isso possa nos levar”.

McCarrick foi sucedido em Washington pelo cardeal Donald Wuerl, que por sua vez deu lugar a Wilton Gregory, em maio de 2019.

A publicação do relatório do Vaticano na próxima semana deve ser poucos dias antes de Gregory ser feito cardeal por Francisco, em 28 de novembro.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Relatório do Vaticano sobre o ex-cardeal McCarrick é esperado nas próximas semanas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU