México. Marcelo Ebrard, de prefeito da capital a chanceler

Mais Lidos

  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS
  • Frente à carnificina, testemunhar. O quê? Uma resposta do cristianismo de libertação. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Católicos versus Evangélicos no Brasil: “guerra de posição” x “guerra de movimento”. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

07 Julho 2018

A cinco meses de assumir a presidência do México, o vencedor das eleições, Andrés Manuel López Obrador (AMLO), anunciou ontem o nome de seu futuro ministro de Relações Exteriores: Marcelo Ebrard, ex-prefeito da Cidade do México.

A reportagem é publicada por Página/12, 06-07-2018. A tradução é do Cepat.

O presidente eleito esclareceu o primeiro ajuste em sua equipe por circunstâncias especiais: disse que Héctor Vasconcelos - que havia sido indicado à Chancelaria - foi eleito senador e ocupará essa cadeira.

Ebrard, de 58 anos, é um político de carreira e governou a capital mexicana de 2006 a 2012 pelo Partido da Revolução Democrática (PRD). O futuro chanceler afirmou que ocupar o cargo será uma grande honra e agradeceu a López Obrador pelo voto de confiança. “Saberei cumprir essa encomenda”, manifestou Ebrard.

O nomeado nasceu em Cidade do México, em 1959, e é licenciado em Relações Internacionais pelo Colégio do México. Ebrard, de 58 anos, começou sua carreira política no Partido Revolucionário Institucional (PRI) e em 1997 chegou à Câmara de Deputados pelo Partido Verde, embora depois tenha se separado desse agrupamento.

Em 2000, quando López Obrador conquistou a prefeitura da capital mexicana, Ebrard também concorreu pelo cargo, mas antes da eleição desistiu de sua candidatura em favor de AMLO. Ebrard chegou a fazer parte de seu grupo de assessores e, em 2006, postulou-se novamente como prefeito da Cidade do México, representando o PRD após ter deixado o PRI. Dessa vez conseguiu conquistar o posto. Em 2015, renunciou ao PRD e, em dezembro de 2017, reapareceu na esfera pública, após quase quatro anos, em uma reunião de dirigentes estatais do Morena, partido fundado por López Obrador.

A primeira grande tarefa do futuro chanceler será preparar o encontro entre López Obrador e o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, no dia 13 de julho, bem como a participação do presidente eleito na cúpula da Aliança do Pacífico - Mercosul, no dia 24 de julho.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

México. Marcelo Ebrard, de prefeito da capital a chanceler - Instituto Humanitas Unisinos - IHU