Um Ratzinger “exausto” retorna a casa depois de se despedir de seu irmão. Alívio em Roma depois de uma viagem com muitas complicações técnicas

Mais Lidos

  • Atividade, no formato live, será na terça, 05-03, a partir das 10h

    Influenciadores digitais católicos em debate no IHU

    LER MAIS
  • A identidade de católico, o Papa e o cristianismo de libertação versus a direita. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Francisco: pedi para realizar estudos sobre a ideologia de gênero, o perigo mais feio hoje

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

22 Junho 2020

Uma viagem planejada com a permissão de Francisco, que provavelmente o visitará nesta tarde, quando volta a Roma.

“Poderia ser a última vez que os dois irmãos se veem neste mundo”, estacou o porta-voz da diocese, Clemens Neck, que apontou ter sido um reencontro “muito emocionante”. Joseph e Georg celebraram missa todos os dias, apesar da cegueira do irmão mais velho.


Bento XVI em visita ao seu irmão Georg Ratzinger. Foto: Religión en Libertad

A reportagem é de Jesús Bastante, publicada por Religión Digital, 22-06-2020. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Finalmente, Joseph Ratzinger voltará a Roma. Fará um voo privado, do qual não se divulgou o horário por medidas de segurança. Os governos vaticano, italiano e alemão seguiram um estrito protocolo para evitar que o Papa emérito sofresse algum percalço. “O Papa emérito está cansado, porém cheio de alegria. O encontro dos dois irmãos foi comovente, um consolo para ambos”, destacaram fontes da diocese de Regensburg.

Apesar de que tenha se especulado a possibilidade de a estadia de Bento XVI ser mais prolongada, o certo é que desde Roma sente-se um alívio pela volta do Papa emérito, dadas as complicações técnicas, de segurança e protocolo que sua estadia na Alemanha exigia. Era, ademais, a primeira vez que o emérito saía da Itália desde sua renúncia.

Ademais, em um momento especialmente delicado, com a Igreja alemã envolta em um intenso caminho sinodal, e com os críticos ao atual pontífice tratando de usar a imagem do emérito para minar sua autoridade. Uma viagem, planejada com a permissão de Francisco, quem provavelmente o visitará ao longo da tarde, já de volta a Roma.

Visita do Núncio

Bento não se prestou a isso, e também não concedeu entrevistas a setores críticos durante sua estadia em Regensburg, dedicada quase exclusivamente a seu irmão Georg, gravemente adoecido. Mas recebeu o núncio na Alemanha, Nikola Eterovic, que bem recebeu o Papa e agradeceu aos vizinhos por terem feito com que “o Papa emérito se sentisse em casa”.

“Poderia ser a última vez que os dois irmãos se veem neste mundo”, destacou o porta-voz da diocese, Clemens Neck, que afirmou ter sido um reencontro “muito emocionante”. Joseph e Georg celebraram missas todos os dias, mesmo com a cegueira do irmão mais velho.

O Papa emérito também visitou o cemitério de Ziegesdorg, onde rezou em frente à tumba de seus pais, Maria Rieger e Joseph Ratzinger, e de sua irmã mais velha, Maria Theogona, a mais velha de três irmãos que faleceu em 1991, a qual não pode acompanhar em seus últimos momentos. Ratzinger não queria que isso também acontecesse com seu irmão.

Ratzinger também visitou sua antiga casa, na qual viveu durante sua etapa de professor da universidade, e onde se encontra o centro de documentação do Instituto Bento XVI. “Voltaram a despertar muitas recordações, foi uma viagem no tempo”, apontou Christian Schaller, vice-diretor deste instituto. “Tenho a impressão de que esta visita é uma fonte de energia para os dois irmãos”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Um Ratzinger “exausto” retorna a casa depois de se despedir de seu irmão. Alívio em Roma depois de uma viagem com muitas complicações técnicas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU