Líder católico polonês ameaça suspender padres contrários aos migrantes

Mais Lidos

  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS
  • “O mundo da educação foi sobrecarregado e perturbado pelo surgimento do ChatGPT”. Discurso do cardeal José Tolentino de Mendonça

    LER MAIS
  • O “Filioque” e a história. Artigo de Flávio Lazzarin

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

20 Outubro 2017

O líder honorário da Igreja Católica na Polônia disse, na quarta-feira desta semana, que iria suspender os padres que vierem a participar dos protestos contra a população migrante no país.

A informação foi publicada por Egypttoday, 19-10-2017. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

“Seu ouvir (...) sobre um protesto contra os refugiados, onde os meus padres participam, eu irei dar uma resposta rápida: todo o padre que se juntar a ele estará suspenso”, disse Dom Wojciech Polak, primaz da Polônia, em entrevista a uma revista católica. “Não há outro caminho a tomar, já que eu sou o responsável por minha diocese. Em situações onde os padres apoiam explicitamente um lado de um conflito, eu preciso agir imediatamente”.

Pesquisas recentes mostram que a maioria dos poloneses se opõem a permitir que os refugiados se assentem no país, com o primeiro-ministro, de direita, se recusando a ser “chantageado” pela União Europeia para aceitar milhares de pessoas que buscam asilo no continente dentro de um sistema de cotas.

Os comentários do líder católico atraíram fortes críticas por parte de conservadores nas mídias sociais.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Líder católico polonês ameaça suspender padres contrários aos migrantes - Instituto Humanitas Unisinos - IHU