OMS recomenda que produtores e a indústria de alimentos parem de dar antibióticos a animais saudáveis

Mais Lidos

  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS
  • Frente à carnificina, testemunhar. O quê? Uma resposta do cristianismo de libertação. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Católicos versus Evangélicos no Brasil: “guerra de posição” x “guerra de movimento”. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

10 Novembro 2017

Objetivo é evitar a propagação de resistência antimicrobiana; chefe da agência alertou que “falta de antibióticos eficazes é ameaça tão grave quanto surto súbito e mortal de uma doença”; em alguns países, cerca de 80% do consumo total de antibióticos importantes para a saúde é no setor animal.

A reportagem é de Laura Gelbert Delgado, publicada por ONU News, 09-11-2017.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, está recomendando que produtores e a indústria de alimentos parem de usar antibióticos de forma rotineira em animais saudáveis para estimular crescimento e evitar doenças.

O objetivo das novas recomendações da agência da ONU, divulgadas nesta terça-feira, é ajudar a preservar a eficácia dos antibióticos que são importantes para a medicina humana reduzindo seu uso desnecessário em animais.

Humanos e animais

Em alguns países, cerca de 80% do consumo total de antibióticos importantes para a saúde é no setor animal, principalmente para promover o crescimento de animais saudáveis.

Segundo a OMS, o uso excessivo e indevido de antibióticos em animais e humanos está contribuindo para a ameaça crescente da resistência antimicrobiana.

Resistência a antibióticos

A agência alertou que alguns tipos de bactérias que causam infecções graves em humanos já desenvolveram resistência a quase todos os tratamentos disponíveis e há “muito poucas opções promissoras” sendo pesquisadas.

O chefe da OMS, Tedros Ghebreyesus, alertou que a “falta de antibióticos eficazes é uma ameaça tão grave quanto um surto súbito e mortal de uma doença”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

OMS recomenda que produtores e a indústria de alimentos parem de dar antibióticos a animais saudáveis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU