Nicarágua. Bispos avaliam a possibilidade de suspender missas presenciais por morte de padres por covid-19

Mais Lidos

  • Atividade, no formato live, será na terça, 05-03, a partir das 10h

    Influenciadores digitais católicos em debate no IHU

    LER MAIS
  • A identidade de católico, o Papa e o cristianismo de libertação versus a direita. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Francisco: pedi para realizar estudos sobre a ideologia de gênero, o perigo mais feio hoje

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

20 Agosto 2021

 

O cardeal Leopoldo Brenes revelou em uma entrevista ao Canal 12, da Nicarágua, que as missas presenciais podem ser suspensas depois que treze padres morreram vítimas da covid-19 no país, e mais três estão infectados pelo vírus.

A reportagem é publicada por 100 Noticias, 18-08-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

O cardeal Brenes assegurou que defendeu reuniões para avaliar, através das consultas com todos os líderes, a suspensão das celebrações eucarísticas, enquanto promovem o protocolo de proteção com uso de máscaras, de álcool e distanciamento social.

O líder religioso disse que a colaboradora da Paróquia Santo Antonio de Jinotepe também está contagiada com o vírus e se encontra em estado delicado, porque foi trasladada a um hospital da capital. Também o padre Francisco Valdivia encontra-se hospitalizado em Estelí.

Brenes fez um chamado ao governo para deixar de gastar na compra de armas e investir mais na saúde dos nicaraguenses adquirindo vacinas para proteger a população.

O líder religioso destacou que na chegada da semana da pátria, realizam jornadas de oração por um mês para pedir à Virgem Maria a proteção das pessoas.

Enquanto as ofensas e as campanhas de ódio que promovem Rosário Murillo e Daniel Ortega contra da Igreja Católica e seus líderes, Brenes se referiu que a igreja não está para concordar com os sentimentos ou desejos das autoridades, líderes e personalidades, mas que sua mensagem é de amor.

“Quando uma pessoa nos ofende, pois sempre, a orientação que temos do mesmo Cristo é orar por aqueles que nos perseguem, orar por aqueles que nos odeiam, orar por aqueles que nos caluniam, então, creio eu, que o importante para nós é manter a paz e sempre seguimos orando por ele”, disse Brenes.

O cardeal indicou que este deve ser um tempo de reflexão, de observar, de olhar os possíveis candidatos e pedir ao Espírito Santo por sabedoria para tomar a melhor decisão no momento adequado.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nicarágua. Bispos avaliam a possibilidade de suspender missas presenciais por morte de padres por covid-19 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU