“No caso dos migrantes, o México se vendeu a Trump”. A ira dos bispos contra o governo

Mais Lidos

  • Especialização em Protagonismo Feminino na Igreja: experiência de sororidade e crescimento humano integral

    LER MAIS
  • As responsabilidades das Forças Armadas no golpe. Artigo de Jean Marc von der Weid

    LER MAIS
  • Terra Yanomami tem 363 mortes registradas no 1º ano do governo Lula

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

26 Julho 2019

Em uma mensagem intitulada "A dignidade dos migrantes" as duras acusações: "O México se submeteu aos critérios e às imposições do governo dos EUA".

A informação foi publicada por Globalist, 24-07-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

O governo mexicano acabou sucumbindo à pressão de Trump e tornou-se parte ativa na repressão aos mais fracos.

"A dignidade dos migrantes, pessoas e filhos de Deus, foi vendida por um prato de lentilhas. O México, desprovido de uma sua própria política efetiva de migração, submeteu-se aos critérios e às imposições do governo dos EUA, aceitando a incoerência de misturar negócios com o direito e a necessidade de migrar, na busca da oportunidade de uma vida melhor". É o duro posicionamento dos bispos mexicanos contra o governo.

Em uma mensagem intitulada “A dignidade dos migrantes”, assinada pelo responsável pela mobilidade humana, dom José Guadalupe Torres Campos, bispo de Ciudad Juarez, e pelo secretário geral, monsenhor Alfonso Miranda Guardiola, bispo auxiliar de Monterrey, é lembrado o alerta do Papa sobre o acolhimento: "Os muros não se constroem apenas com pedras e tijolos, mas também através de comportamentos negativos, como a distribuição de milhares de agentes da Guarda Nacional ao longo das fronteiras. Um muro não enfrenta a raiz e as verdadeiras causas do fenômeno migratório. A luta contra a pobreza e a desigualdade, no México e na América Central, parece ser substituída pelo medo do outro, que é nosso irmão".

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“No caso dos migrantes, o México se vendeu a Trump”. A ira dos bispos contra o governo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU