Ex-prefeito envolvido na Chacina de Unaí será julgado em primeira instância

Mais Lidos

  • “Com Francisco cumpre-se a profecia de Arrupe”. Entrevista com Pedro Miguel Lamet

    LER MAIS
  • Somos todos aspirantes a cristãos. Entrevista com Paolo Ricca

    LER MAIS
  • Wim Wenders, Dias Perfeitos – 2023. Artigo de Faustino Teixeira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Por: Cesar Sanson | 29 Janeiro 2013

O ex-prefeito de Unaí Antero Mânica responderá na Justiça de primeira instância pelo assassinato de quatro funcionários do Ministério do Trabalho, em 2004, episódio que ficou conhecido como Chacina de Unaí. Ele era o único dos acusados processado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), por ter foro privilegiado.

A reportagem é de Débora Zampier e publicada pela Agência Brasil, 28-01-2013.

Na decisão publicada nessa segunda-feira, o desembargador do TRF1 Hilton Queiroz determina que o réu seja julgado pela Justiça Federal em Minas Gerais. A Chacina de Unaí completou nove anos hoje, e foi lembrada em reunião da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo, em Belo Horizonte.

Na última semana, a juíza substituta da 9ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte, Raquel Vasconcelos Alves de Lima, declarou que não poderia analisar o processo, determinando que os acusados sejam julgados pela Vara Federal de Unaí, criada em 2010. A decisão frustrou integrantes do Ministério Público, do Ministério do Trabalho e representantes de instituições ligadas aos direitos humanos, pois a medida deve atrasar ainda mais o desfecho do caso.

Além de Antério Mânica, são réus no processo seu irmão, o fazendeiro Norberto Mânica, os empresários Hugo Alves Pimenta, José Alberto de Castro e Francisco Elder Pinheiro. Erinaldo de Vasconcelos Silva e Rogério Alan Rocha Rios são apontados como autores do crime. Outros denunciados são Willian Gomes de Miranda, suposto motorista da dupla de assassinos, e Humberto Ribeiro dos Santos, acusado de ajudar a apagar os registros da passagem dos pistoleiros pela cidade.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ex-prefeito envolvido na Chacina de Unaí será julgado em primeira instância - Instituto Humanitas Unisinos - IHU