Conquista do espaço público e político em debate no IHU

Mais Lidos

  • Católicos cínicos e a negatividade em relação ao Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Campanha da Fraternidade 2024: Fraternidade e Amizade Social. Artigo de José Geraldo de Sousa Junior e Ana Paula Daltoé Inglêz Barbalho

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Por: Fernanda Forner | 24 Setembro 2016

Espaço público é considerado aquele que seja de uso comum e posse de todos. Diante do atual cenário em que o Brasil está inserido, será que realmente conquistamos este espaço público? Segundo Roberto Romano, “não existiu e não existe espaço público no Brasil para ser reinventado. Estamos ainda nas projeções de uma possível vida pública livre”.

(Imagem: reprodução / twitter)

Em entrevista concedida à IHU On-Line, o filósofo, além de falar dos desafios em conquistar o espaço público, também responde a perguntas sobre o atual cenário político, democracia dos afetos, o impeachment de Dilma Rousseff e o papel da mídia no processo político democrático.

Para refletir e debater esses temas com o público, Roberto Romano estará no Instituto Humanitas Unisinos - IHU, na próxima segunda-feira (26-09-2016), ministrando a palestra Reinvenção do espaço público e político: o individualismo e a possibilidade de uma democracia da igualdade e dos afetos.

O evento, que faz parte do 4º Ciclo de Estudos Metrópoles, Políticas Públicas e Tecnologias de Governo. Territórios, governamento da vida e o comum, ocorrerá na Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros – IHU, das 19h30min às 22h.

A última entrevista concedida por Roberto Romano à revista IHU On-Line saiu na edição desta semana, nº 493, sob o título Depois das ditaduras ferozes, sobrou a miragem democrática. Confira abaixo outras contribuições do filósofo para o IHU.


Roberto Romano / Imagem: Unicamp

Quem é Roberto Romano?

Professor de Ética e Filosofia na Universidade Estadual de Campinas – Unicamp e doutor pela École des Hautes Études en Sciences Sociales - EHESS, França.

Escreveu, entre outros livros, Igreja contra Estado. Crítica ao populismo católico (São Paulo: Kairós, 1979), Conservadorismo romântico (São Paulo: Ed. UNESP, 1997), Moral e Ciência. A monstruosidade no século XVIII (São Paulo: SENAC, 2002), O desafio do Islã e outros desafios (São Paulo: Perspectiva, 2004) e Os nomes do ódio (São Paulo: Perspectiva, 2009).

Serviço:

Reinvenção do espaço público e político: o individualismo e a possibilidade de uma democracia da igualdade e dos afetos

Conferencista: Prof. Dr. Roberto Romano – Universidade Estadual de Campinas – Unicamp
Data: 26 de setembro de 2016
Horário: Das 19h30min às 22h
Local: Sala Ignacio Ellacuría e Companheiros – IHU

Confira aqui o calendário completo dos eventos do IHU.

Entrevistas e artigos de Roberto Romano:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Conquista do espaço público e político em debate no IHU - Instituto Humanitas Unisinos - IHU