A Igreja da Inglaterra poderá abençoar casamentos entre pessoas do mesmo sexo

Mais Lidos

  • “A destruição das florestas não se deve apenas ao que comemos, mas também ao que vestimos”. Entrevista com Rubens Carvalho

    LER MAIS
  • Povos Indígenas em debate no IHU. Do extermínio à resistência!

    LER MAIS
  • “Quanto sangue palestino deve fluir para lavar a sua culpa pelo Holocausto?”, questiona Varoufakis

    LER MAIS

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Por: André | 29 Novembro 2013

O clero da Igreja da Inglaterra poderá reconhecer e celebrar casamentos entre casais do mesmo sexo em suas cerimônias eclesiásticas, de acordo com uma série de propostas apresentadas na quinta-feira que reforçam uma aproximação mais aberta da Igreja com a homossexualidade.

A reportagem está publicada no sítio Religión Digital, 28-11-2013. A tradução é de André Langer.

As propostas são apresentadas depois que a Igreja, que acolhe 80 milhões de anglicanos em todo o mundo, retirou a proibição de que os clérigos homossexuais que tiverem uma relação civil se convertam em bispos.

Uma das 18 recomendações levadas adiante por um grupo que trabalhou durante dois anos sugere que o clérigo deverá “ser capaz de oferecer cerimônias apropriadas para celebrar uma relação homossexual com fé”.

O grupo, que tinha alguns dissidentes, também disse que a Igreja deverá saudar e afirmar afetuosamente “a presença dentro da Igreja de pessoas gays e lésbicas, tanto leigas como ordenadas”.

“O ensinamento da Igreja sobre a sexualidade está em tensão com as atitudes sociais contemporâneas, não apenas para cristãos gays e lésbicas, mas para cristãos heterossexuais também”, disse o informe, que não será discutido dentro da Igreja.

O líder espiritual da Igreja da Inglaterra, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, reconheceu que houve uma “revolução” na atitude para com a homossexualidade e que a postura contra o casamento homossexual poderá ser vista como descompassada com relação à opinião pública.

O Parlamento aprovou este ano os casamentos homossexuais, apesar da oposição de vários grupos religiosos e deputados conservadores, permitindo aos casais gays casarem-se na Inglaterra a partir de 2014. A Inglaterra uniu-se, assim, a outros países, como o Brasil ou a França, que aprovaram também este ano sua lei de casamento gay em meio a uma grande oposição por parte dos setores mais conservadores.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A Igreja da Inglaterra poderá abençoar casamentos entre pessoas do mesmo sexo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU