MPF estuda solução para o drama dos ribeirinhos atingidos por Belo Monte

Mais Lidos

  • Elon Musk e o “fardo do nerd branco”

    LER MAIS
  • O Novo Ensino Médio e as novas desigualdades. Artigo de Roberto Rafael Dias da Silva

    LER MAIS
  • “A destruição das florestas não se deve apenas ao que comemos, mas também ao que vestimos”. Entrevista com Rubens Carvalho

    LER MAIS

Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

02 Agosto 2016

O órgão quer garantir a permanência segura dos ribeirinhos no rio Xingu.

A reportagem foi publicada por Agência Brasil - EBC e reproduzida por Amazônia.org, 29-07-2016. 

O Ministério Público Federal realiza no dia 11 de agosto , em São Paulo, uma reunião para discutir o drama das famílias de ribeirinhos do rio Xingu afetados pela usina hidrelétrica de Belo Monte. O órgão investiga e acompanha a situação de dezenas de famílias ribeirinhas.

Em entrevista ao programa Nossa Terra desta quarta-feira (27), a procuradora da República no Pará, Thais Santi, defende que se não houver interferência imediata no processo, o país vai assistir a “uma diáspora irreversível dos ribeirinhos do Xingu” e “Belo Monte ficará marcada pela eliminação definitiva de um modo de vida tradicional”.

Confira a entrevista no player.

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

MPF estuda solução para o drama dos ribeirinhos atingidos por Belo Monte - Instituto Humanitas Unisinos - IHU