Presidente da Nestlé defende privatização da água

Mais Lidos

  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Para onde estamos indo? Artigo de Leonardo Boff

    LER MAIS
  • Os equilíbrios de Lula no Brasil pós-Bolsonaro. Artigo de Bernardo Gutiérrez

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

26 Abril 2013

O presidente da Nestlé, o empresário austríaco Peter Brabeck-Letmathe, defendeu, em vídeo que circula nas redes sociais, a privatização do fornecimento da água como medida de conscientização da humanidade sobre a importância desse líquido.

A informação é da Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação - ALC, 25-04-2013.

Muita gente acha que a água é de graça, daí o pouco valor que muitos lhe dão e até a desperdiçam, afirmou. Brabeck qualificou de "extremistas" os que defendem o acesso à água como um direito fundamental e o criticam por sustentar posição contrária.

A água deveria ser valorizada como qualquer outro bem alimentício, que tem valor de mercado estabelecido pela lei da oferta e da procura. "Só assim empreenderíamos ações para limitar o consumo excessivo da água, como ocorre no momento", sustentou.

Para Babreck, os governos deveriam garantir a cada cidadão uma quota de cinco litros diários de água para beber e outros 25 litros para a higiene pessoal. O que ultrapassar esses parâmetros seria cobrado do consumidor segundo critérios de mercado. A Nestlé é líder mundial de venda de água engarrafada.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Presidente da Nestlé defende privatização da água - Instituto Humanitas Unisinos - IHU