Alemanha: Beate Gilles é a nova secretária geral da Conferência Episcopal

Mais Lidos

  • No meio do caminho estava o CIMI: 50 anos do documento-denúncia “Y-Juca-Pirama” e a atuação do Pe. Antônio Iasi Jr, SJ

    LER MAIS
  • Frente à carnificina, testemunhar. O quê? Uma resposta do cristianismo de libertação. Artigo de Jung Mo Sung

    LER MAIS
  • Católicos versus Evangélicos no Brasil: “guerra de posição” x “guerra de movimento”. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

24 Fevereiro 2021

Beate Gilles foi nomeada como a nova secretária geral da Conferência dos Bispos da Alemanha (DBK) durante a assembleia plenária em formato digital que começou nessa terça-feira, 23. Gilles, primeira mulher a assumir o cargo, sucede ao jesuíta Hans Langendörfer, que renunciou após 24 anos.

A reportagem é publicada por AgenSIR, 23-02-2021. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Ex-chefe de departamento para as crianças, os jovens e a família no Ordinariato Episcopal de Limburg, Gilles foi eleita pela assembleia com a maioria necessária. Assim como o seu antecessor, ela também assume a direção da Associação das Dioceses da Alemanha.

O presidente do DBK, o bispo de Limburg, Dom Georg Bätzing, durante a coletiva de imprensa de abertura da assembleia online, prestou homenagem a Gilles, recordando que “ela é considerada uma profunda teóloga, fortemente inserida nas diversas estruturas da Igreja Católica e dotada das melhores capacidades organizacionais”. Para Bätzing, a eleição de Gilles é um “forte sinal de que os bispos estão mantendo a promessa de promover as mulheres em posições de liderança”.

Apresentando-se durante a coletiva de imprensa, Beate Gilles disse estar pronta para o novo compromisso: “Não vejo a hora de começar o novo trabalho. Depois de mais de 10 anos em Limburg e anteriormente em Stuttgart, espero ser capaz de satisfazer plenamente as exigências desse papel. Estimo o sucesso do meu antecessor, o Pe. Hans Langendörfer, que contribuiu para formar o secretariado e a associação por mais de duas décadas. Esta é uma fase desafiadora, mas também entusiasmante para a Igreja Católica na Alemanha. Algo novo começou com o Caminho Sinodal”.

Especialista em comunicação religiosa televisiva e em problemas sociais e do trabalho, Gilles assumirá seu novo cargo no dia 1º de julho.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Alemanha: Beate Gilles é a nova secretária geral da Conferência Episcopal - Instituto Humanitas Unisinos - IHU