O Vaticano recebe delegação militante pela ordenação de mulheres na Igreja

Mais Lidos

  • Genocídio Yanomami em debate no IHU. Quanta vontade política existe para pôr fim à agonia do povo Yanomami? Artigo de Gabriel Vilardi

    LER MAIS
  • A campanha da Fraternidade 2024. Fraternidade e Amizade Social. Artigo de Flávio Lazzarin

    LER MAIS
  • A primeira pergunta de Deus ao homem foi “Onde você está?”. O Artigo é de Enzo Bianchi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

07 Junho 2016

Créditos das imagens: www.periodistadigital.com

Duas líderes de uma organização que faz militância para a ordenação de mulheres na Igreja Católica foram recebidas no Vaticano, coincidindo com o Jubileu de Sacerdotes em Roma, informou na sexta-feira uma porta-voz do movimento.

A reportagem foi publicada por Religión Digital, 04-06-2016. A tradução é de Henrique Denis Lucas.

Segundo Janice Sevre-Duszynska, ela e outra sacerdotisa da Women's Ordination Worldwide (WOW) foram recebidas por um "alto diretor" da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão central da Cúria Romana. Foi entregue uma solicitação para pedir ao papa Francisco que comece um diálogo e que faça um levantamento das excomunhões de pessoas que militam em favor desta causa, na Igreja.

A ordenação sacerdotal das mulheres não está na agenda do papa. Embora o sumo pontífice tenha concordado no mês passado em criar uma comissão que poderia chegar a conclusões favoráveis para o diaconato das mulheres.

Para comemorar seu próprio "jubileu das mulheres sacerdotes", paralelamente ao grande Jubileu de Sacerdotes, que reúne 6.000 pastores de todo o mundo, no Vaticano, entre 1 e 3 de Junho, a WOW se reuniu discretamente na "Casa Internazionale delle Donne", no bairro de Trastevere.

Um grupo de mulheres ordenadas ilegalmente se encontrou na sexta-feira de manhã em frente ao Castelo de Santo Ângelo e foi até a Praça de São Pedro, onde se misturaram com a multidão, que assistia a uma missa por ocasião do Jubileu de Sacerdotes.

"Existem mais ou menos 200 mulheres ordenadas no mundo (...). A grande maioria exerce atualmente nos Estados Unidos", disse à Agence France-Presse (AFP) uma mulher sacerdote, Christina Moreira, ordenada no ano passado, e que exerce em La Coruña, na Espanha.

Apesar de não esperarem uma mudança na linha adotada pelo papa sobre a ordenação de mulheres, elas aplaudem a mudança de tom, que ocorreu dentro da Igreja, onde agora já não é mais proibido evocar o assunto como antes, afirmam.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Vaticano recebe delegação militante pela ordenação de mulheres na Igreja - Instituto Humanitas Unisinos - IHU