Kirill: “As tentativas de dividir as igrejas russa e ucraniana nunca alcançarão seu objetivo”

Mais Lidos

  • Varsóvia e Gaza: 80 anos depois, dois guetos e o mesmo nazismo... e a mídia finge não ver o Terror de Estado de Netanyahu. Artigo de Luiz Cláudio Cunha

    LER MAIS
  • A 'facisfera' católica: jovens sacerdotes ultraconservadores que rezam no YouTube pela morte do Papa Francisco

    LER MAIS
  • A fé que ressurge do secularismo e do vírus. Artigo de Tomáš Halík

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

30 Mai 2022

 

 

"Entendemos perfeitamente o sofrimento atual da Igreja Ortodoxa Ucraniana, entendemos que Sua Beatitude, Metropolita Onofre e seu episcopado devem agir da maneira mais sábia possível para não complicar a vida de seu povo crente"

 

Muitas das dioceses ucranianas ainda dependentes do Patriarcado de Moscou pararam de mencionar Kirill em seus sermões em claro protesto contra sua posição sobre as políticas do Kremlin.

 

A reportagem é publicada por Religión Digital, 29-05-2022.

 

O patriarca da Igreja Ortodoxa Russa (ROC), Kirill, assegurou que as tentativas de "dividir" as igrejas russa e ucraniana "nunca alcançarão seu objetivo".

 

A Igreja Ortodoxa Ucraniana anunciou na sexta-feira sua ruptura com o Patriarcado de Moscou devido ao seu apoio aberto à "operação militar especial" russa na Ucrânia.

 

Muitas das dioceses ucranianas ainda dependentes do Patriarcado de Moscou pararam de mencionar Kirill em seus sermões em claro protesto contra sua posição sobre as políticas do Kremlin.

 

O patriarca russo disse no domingo que "entende" essa decisão.

 

"Entendemos perfeitamente o sofrimento atual da Igreja Ortodoxa Ucraniana, entendemos que Sua Beatitude, Metropolita Onofre e seu episcopado devem agir da maneira mais sábia possível para não complicar a vida de seus fiéis", assegurou Kirill durante um culto na Catedral de Cristo Salvador de Moscou.

 

O hierarca da Igreja Russa disse que rezou para que nenhuma circunstância "temporária" pudesse "destruir a unidade espiritual" dos povos russo e ucraniano.

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Kirill: “As tentativas de dividir as igrejas russa e ucraniana nunca alcançarão seu objetivo” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU