''É uma provocação a presença do bispo Juan Barros'' na missa do papa, afirma jesuíta chileno

Mais Lidos

  • Católicos cínicos e a negatividade em relação ao Papa Francisco. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS
  • Influenciadores ou evangelizadores digitais católicos? Artigo de Dom Joaquim Mol

    LER MAIS
  • Campanha da Fraternidade 2024: Fraternidade e Amizade Social. Artigo de José Geraldo de Sousa Junior e Ana Paula Daltoé Inglêz Barbalho

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

17 Janeiro 2018

O sacerdote jesuíta Felipe Berríos afirmou que o bispo de Osorno “devia ter tido uma certa dignidade de não ter ido” à Eucaristia no Parque O’Higgins.

A reportagem é do jornal La Tercera, 16-01-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

A presença do bispo de Osorno, Juan Barros, na missa que o papa celebrou no Parque O’Higgins continua dando o que falar. Desta vez, foi o padre Felipe Berríos que se somou às críticas.

“É uma provocação a presença de Barros entre os bispos”, manifestou o sacerdote jesuíta ao canal Chilevisión.

Ele afirmou: “Eu acredito que, com tudo o que o papa disse, (Barros) devia ter tido uma certa dignidade de não ter ido. Ele deixa o papa em uma situação difícil. É violento para muitas pessoas que ele esteja ali. Isso me violenta porque contradiz tudo o que o papa disse no [Palácio de] La Moneda”.

Karadima representa a Igreja do ‘classismo’, da prepotência e dos abusos de poder e sexuais. Ele foi secretário e esteve com ele muitos anos. É uma falta de delicadeza ele não renunciar, estar presente junto do papa... Ele deixa o papa e os bispos em uma situação muito incômoda. A nós, os padres, ele nos deixa em uma situação que me incomoda, me incomoda ter que ficar falando sobre ele”, sentenciou.

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

''É uma provocação a presença do bispo Juan Barros'' na missa do papa, afirma jesuíta chileno - Instituto Humanitas Unisinos - IHU